Dólar, Euro, Libra, Peso ou  Real. Qual Moeda Levar?

Na viagem para a Argentina não seria melhor levar real ou peso argentino?  Para a Inglaterra, melhor é levar dólar ou libra?

Levar a moeda local evita perda de tempo numa Casa de Câmbio. (Aqui vai uma primeira dica: evite contratar câmbio em terminais de passageiros, como aeroportos, estações rodoviárias ou marítimas). O custo é sempre mais alto.

Outra dica de ouro para o Câmbio de Moedas:

Com uma programação antecipada, também é possível comprar dólar, euro ou libra ao longo dos meses que antecedem a viagem sonhada, sempre aproveitando as quedas do câmbio. Lógico que a cotação na véspera da viagem poderá estar inferior ao valor médio das aquisições. Mas os economistas alertam que é melhor perder de ganhar do que arriscar um gasto elevado e não suportável na hora de partir.

Será Melhor Fazer Dois Câmbios? Ou Somente Um?

Vejamos o caso de viagem na Argentina, por exemplo: No Brasil, o Peso Argentino não tem muita procura. Então, a Casa de Câmbio trabalha com uma margem alta entre o preço de venda em relação ao preço que elas pagam por essa moeda. Nesse caso, melhor é ver, na semana da viagem, se há mais vantagem em levar real, que tem boa valorização na Argentina.  Também pode levar Dólar, e comprar Peso Argentino quando chegar lá. Fazendo um segundo câmbio. Mas não é bom chegar lá sem Peso Argentino suficiente ao menos para pagar o taxi, porque fazer o câmbio no aeroporto sai bem mais caro.

Deve-se lembrar, ainda, que pagar com moeda muito forte em relação ao Peso Argentino pode gerar desconforto na hora do troco, pois nem sempre há cédulas ou moedas suficientes.

Essa regra vale também para o Peso Colombiano: o sobre preço do câmbio feito no Brasil pode chegar a 20 por cento, dizem os especialistas. Basicamente, a regra é válida também para BolíviaMéxicoPeru e praticamente qualquer país com moeda fraca onde não há procura por reais, como aqueles do Sudeste Asiático (TailândiaIndonésia, etc), da África Subsaariana (todo o centro-sul do continente) e da América Central. Vale também para BogotáSantiago e Montevidéu, destinos vizinhos onde há mercado para a moeda brasileira: levar real é uma boa.

Vai para cidades do interior, na Colômbia, no Chile  ou no Uruguai? Melhor é fazer o câmbio nas capitais desses países, onde a taxa de câmbio é menor.

Quando é melhor um só câmbio? Não pensar duas vezes: Leva-se dólar para os Estados Unidos; Para viagens nos países da União Europeialeva-se Euro; na Inglaterra, chegue com Libra, principalmente agora que a Inglaterra está saindo da influência do euro.

 Ou seja, melhor é fazer somente um câmbio, no Brasil. Repetindo: não levar euro para os Estados Unidos, nem dólar para a Zona do Euro.

 Quando levar Real? Já foi dito acima: em viagens a países como Argentina, Chile, Uruguai, Colômbia, o Real é bom recebido.

Mas o Real não é bem recebido nos Estados Unidos e Europa. Nem em Cuba.  Para adquirir CUC, a moeda legal desses país, melhor mesmo é Euro que, na média, tem taxa de conversão inferior ao Dólar em cerca de 10 por cento.

Mais uma Dica sobre Câmbio: Compare as taxas do Câmbio, seja pessoalmente ou na internet, a partir de 10 dias antes da viagem. Veja o custo da moeda que vai comprar, sempre em relação ao real. Assim, terá muito mais possibilidades de não perder valor de compra em sua viagem sonhada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *